sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Tropa de Elite "Elite da Tropa"

O best-seller Elite da Tropa é o livro escrito pelos oficiais do BOPE, André Batista e Rodrigo Pimentel, em parceiria com o antropólogo Luiz Eduardo Soares. Em 2007 o livro ganhou adapitação cinematografica como Tropa de Elite, causando polêmica muito antes de sua estréia devido as piratarias.

O livro, da Editora Objetiva, foi publicado em 2006 e conta histórias reais do “dia-a-dia” do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), elite da Pólicia Militar do Rio de Janeiro. O livro já vendeu mais de 60 mil exemplares, conforme o site sobre tudo , e pode alcançar a marca de 100 mil exemplares vendidos com sua segunda edição, diz a editora.
Dividido em duas partes, o livro expõe, no primeiro momento, a violência no “dia-a-dia” dos agentes do BOPE. A sengunda parte revela as várias tramas envolvendo autoridades de segurança, traficantes, políticos e policiais.
Em 2007, o cineasta José Padilha lança o filme Tropa de Elite, da Distribuidora Universal Pictures do Brasil. Seu projeto inicial era fazer um documentário baseado no livro, porém poucos policiais queriam dar entrevistas sobre os fatos que o livro expõe, assim o cineasta optou por fazer um filme de ficcão baseado no livro.
Meses antes de sua estréia nos cinemas, o filme ja tinha causado grandes discursões por causa dos vasamentos das fitas para o mercado pirata e pela internat. Segundo pesquisas do pelo Ibope, até a sua chegada aos cinemas, “Tropa de Elite” já havia sido visto por cerca de 11 milhões de brasileiros, em DVDs piratas.
A empresa contratada para a divulgação do filme, Belém Com , teve que elaborar outras estratégias para difundir o filme. Adiantou a estréia do filme por duas vezes, avisou a impressa que o filme original teria uma versão completa, e criou ações para manter o interesse do filme para os espectadores de classes C e D: através de participação do elenco de programas populares como Mais Você, Sem Censura, e outros, conforme o site da Belém Com.
Apesar da pirataria, Tropa de Elite , que teve um orçamento de US$4.000.000, ficou dez semanas em cartaz e arrecadou cerca de 20.257.730 reais segundo o e-pipoca . O filme chegou a atingir uma das maiores médias por sala no ano, com mais de 1000 espectadores por sala na primeira semana. Ganhou 9 prêmios no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, entre eles o de Melhor Filme - Voto Popular, Melhor Diretor, Melhor Ator (Wagner Moura). Além de ganhar o Urso de Ouro, no Festival de Berlim.

Sinopse
1997. O dia-a-dia do grupo de policiais e de um capitão do BOPE (Wagner Moura), que quer deixar a corporação e tenta encontrar um substituto para seu posto. Paralelamente dois amigos de infância se tornam policiais e se destacam pela honestidade e honra ao realizar suas funções, se indignando com a corrupção existente no batalhão em que atuam.

Um comentário:

Mel =p pâm pâm disse...

Caraca velho... Este filme, é comédia...

Alem de mostra a realidade das favelas do Rio de Janeiro, como esta a marginalidade... e tudo mais!!

Deu pra perceber o intuito deste filme, onde quer alertar a todos do que esta acontecendo no mundo em que vivemos!

Parabéns Anee!!

Mais uma vez, você alcançou as minhas espectativas...

BeZú